1.º Concurso Nacional de Aguardentes e Brandies

O 1.º Concurso Nacional de Aguardentes Velhas e Brandies estreia-se este ano no Vinhos em Cena, que sobe ao palco do Teatro Tivoli BBVA nos dias 23, 24 e 25 de março.

Cerca de meia centena de produtores vão pôr à prova as suas aguardentes vínicas nos dias 23 e 24 de março, sendo os melhores distinguidos com a atribuição de prémios no dia 25 de março.

O júri, composto por 14 elementos, vai ser presidido pelo enólogo e sommelier francês Frédéric Lebel, autor do livro L’Esprit d’Armagnac.

Para o diretor técnico do evento, o enólogo e formador Mário Louro, esta é uma oportunidade única de divulgar as aguardentes de elevada qualidade que se produzem em Portugal e estimular a procura desta bebida espirituosa, muito apreciada como digestivo no final de uma boa refeição.

Portugal possui uma das três únicas regiões demarcadas de aguardente no mundo – a Lourinhã – situando-se as outras duas em França (Cognac e Armagnac).

Sendo ambas aguardentes vínicas obtidas a partir da destilação do vinho, a aguardente velha distingue-se do brandy em função das características de envelhecimento: o brandy tem um estágio mínimo de seis meses em cascos de carvalho e pode receber aditivos, enquanto a aguardente velha é obtida por envelhecimento natural em cascos de carvalho por um período mínimo de dois anos.

Vinhos em Cena, que acontece este ano pela segunda vez, é uma iniciativa que dá destaque ao vinho como objeto cultural e pretende estimular a diversificação da oferta de produtos associados ao vinho como azeite, aguardentes, presunto ou compotas.

Os vinhos dos produtores que vão estar presentes poderão assim ser acompanhados por outras iguarias numa parceria perfeita que não deixará de ser apreciada por enófilos, gastrónomos e público em geral.

Programa Vinhos em Cena:
https://www.teatrotivolibbva.pt/pt/event/156/vinhos-em-cena