press

Brinde ao outono que aí vem

Depois de um verão intenso, os dias começam a ficar mais curtos e as noites mais frescas. É o Outono que se aproxima a passos largos. Mas porque o verão ainda não foi embora – felizmente! – ainda apetece acompanhar algumas refeições com um vinho versátil e fresco, que nos transporta de novo para as férias.

Produzido pela Companhia Agrícola do Sanguinhal, o Sôttal Branco Leve – provavelmente o vinho leve regional mais antigo do nosso país – é um branco muito fresco, tão discreto que deixa brilhar o sabor dos queijos, mariscos ou saladas mas com a doçura suficiente para que fique registado no paladar.

Macio, suave e delicado são adjetivos que acentam na perfeição a um vinho (Sôttal 2016) tão especial que foi Ouro no Berliner Wein Trophy 2017 (Alemanha) e Prata no Concurso de Vinhos de Lisboa 2017.

Antes que os seus amigos cheguem para almoçar, abra uma garrafa (bem fresca), admire a sua cor clara, sirva um copo para si e delicie-se com as notas cítricas, o aroma a frutos tropicais (ananás e manga entre outros) e a presença evidente da casta moscatel.

Mas se a refeição em causa for o jantar, os finais de dia mais frescos pedem um tinto. O Casabel Tinto 2015, também produzido pela Companhia Agrícola do Sanguinhal, é vencedor de três importantes prémios: Dupla Medalha de Ouro no CWSA 2017 (Hong Kong), Ouro no Berliner Wein Trophy 2017 (Alemanha) e Bronze no Decanter 2017 (UK). Motivos de peso para que seja o protagonista de um jantar de carne, peixe assado ou massas. Sirva-o a uma temperatura de cerca de 18 graus para que os aromas a frutos vermelhos maduros e as notas tostadas sobressaiam.

Dois vinhos especiais, tão diferentes entre si que são a companhia perfeita para as variações de humor que caracterizam a estação intermédia.

A Companhia Agrícola do Sanguinhal foi fundada por Abel Pereira da Fonseca nos anos 20 do século passado. Tem uma história ímpar na tradição vinhateira – tanto na produção como na comercialização de vinhos – ancorada em 3 quintas: Quinta do Sanguinhal, Quinta das Cerejeiras e Quinta de São Francisco.