Novembro2017

Arranque do primeiro projeto de aquacultura no mar dos Açores

Aquacultura offshore “abre novos horizontes” para a rentabilidade do Mar, afirma Vasco Cordeiro. O Presidente do Governo assistiu ontem, dia do mar, na freguesia da Ribeira Quente, concelho da Povoação, à instalação do primeiro projeto de aquacultura offshore nos Açores. Arranque da aquacultura offshore “abre novos horizontes” para a rentabilidade do Mar, afirma Vasco Cordeiro O Presidente do Governo assistiu ontem, dia do mar, na freguesia da Ribeira Quente, concelho da Povoação, à instalação do primeiro projeto de aquacultura offshore, tendo salientado que esta nova área de atividade representa a “abertura de novos horizontes para a rentabilidade que o mar tem para dar” aos Açores. “Aquilo que nós estamos a assistir é à abertura de novos horizontes para a rentabilidade que o mar tem para dar à nossa Região”, afirmou Vasco Cordeiro, depois de ter assistido à apresentação dos quatro projetos de aquacultura em mar alto da empresa Aquazor, já aprovados, que serão instalados nas áreas definidas da Ribeira Quente, na ilha de São Miguel, no Porto Martins, na ilha Terceira, e na Feteira, na ilha do Faial. Em declarações[…]

Continuar a ler »

Vamos às Urtigas

18º Endògenos celebra um ingrediente único: a Urtiga Dia 17 de Novembro, às 19h30, o restaurante Quinta do Gradil recebe o 18º jantar Endògenos. Desta vez os mentores do projeto desafiaram o Chef Daniel Sequeira, que desenvolve neste espaço, situado na zona oeste, o seu conceito gastronómico focado principalmente nos produtos locais da região. Desde o início do ano que o Chef Daniel Sequeira e os mentores do Endògenos – António Alexandre e Nuno Nobre – investigam e desenvolvem um menu de degustação com este produto. O desafio tem como objetivo aproveitar a chegada das primeiras chuvas, que faz nascer algumas ervas muitas vezes mal amadas e esquecidas nos campos. Ervas como a urtiga, que tem importantes propriedades antioxidantes e nutritivas. A proximidade da serra de Montejunto à Quinta do Gradil forma um ecossistema propício para o crescimento deste tipo de ervas. Venha descobrir tudo sem se picar! O menu de seis pratos, com harmonização vínica incluída (35€ por pessoa), desafia os participantes a conhecer esta erva que será valorizada com outros produtos locais: Não respire Pão, Cavala, Cabra e[…]

Continuar a ler »

Poder Vegan

Uma das enormes vantagens de viver neste século é podermos escolher aquilo que queremos ser. Um direito que se aplica a todas as áreas da vida e que é cada vez mais notória no que respeita às escolhas alimentares. O número de vegetarianos tem vindo a aumentar, o que democratizou a oferta nessa áreas e, agora, o mesmo se passa com o movimento vegan. Inicialmente sabíamos apenas que era uma espécie de extremo radical do vegetarianismo – porque, além da carne e peixe implica a abolição de todo e qualquer produto de origem animal – mas hoje temos consciência que passou a ser um estilo de vida para um número crescente de pessoas. Atento, o mercado acompanha e cria alternativas. É o caso da Quinola, uma marca produzida em Inglaterra e agora lançada em Portugal pela empresa EverVegan, e que utiliza produtos fairtrade, nomeadamente a quinoa, proveniente do Peru. Porque o outro lado da liberdade (de poder escolher ser/fazer/comer o que se quer) será sempre a responsabilidade, é importante salientar que todos os produtos Quinola são orgânicos e respeitam valores[…]

Continuar a ler »

Estreia Go Foodies no Wine in Azores

Há um novo projeto nacional na área da gastronomia. Chama-se Go Foodies e vai estrear-se na próxima edição do Wine in Azores, que se realiza de 20 a 22 de outubro no Parque de Exposições da Associação Agrícola de São Miguel, em Rabo de Peixe, Ribeira Grande. Uma iniciativa 100% inovadora no nosso país que aposta na valorização científica e turística do melhor que se produz e cozinha no país e no mundo. Com a expertise de Nuno Nobre – que trabalha na área há mais de duas décadas – e a colaboração de parceiros escolhidos a dedo, a Go Foodies chegou para revolucionar o universo gourmet. A viagem começa nos Açores. Como não podia deixar de ser. Na sua 9ª edição, o Wine in Azores conta com a presença de Nuno Nobre há 5 edições que, mais uma vez, vai “casar” conceitos de uma forma única. Além da valorização das algas, ouriços-do-mar e dos citrinos ancestrais do arquipélago, vai haver um imperdível pop up Go Foodies no qual o chef australiano Justin Jennings, do restaurante Downunder, foi desafiado a[…]

Continuar a ler »

Vinhos de Ouro à prova

Quinta de São Francisco em crescente reconhecimento internacional Se dúvidas ainda existissem em relação à qualidade dos vinhos portugueses, o crescente reconhecimento internacional seria prova mais que suficiente que a produção vínica nacional está de excelente saúde. Até hoje o vinho Quinta de São Francisco acumulou mais de 60 medalhas, 20 delas de ouro. Mas, este ano, foi ainda mais longe: a colheita de 2014 ganhou uma double gold medal, graças à obtenção de 98/100 pontos no San Francisco International Wine Competition, o maior e mais conceituado concurso de vinhos dos Estados Unidos, sendo o primeiro vinho DOC Óbidos a obter 98 pontos neste concurso internacional. O vinho Quinta de S. Francisco é desde sempre o DOC Óbidos mais vendido em Portugal como nos mercados de exportação. Para celebrar este recente e importante reconhecimento, mas também para relembrar uma excelência que já vem de trás, vai realizar-se no dia 12 de Outubro, às 17 horas, na Quinta do Sanguinhal, uma prova vertical de vinhos Quinta de São Francisco que incluirá 5 colheitas das últimas três décadas de uma história que[…]

Continuar a ler »

Peixe bem conservado nos Açores

Quebrar o gelo já não é o que era. A indústria do pescado tem crescido consideravelmente, tanto pelo aumento de consumidores como pelos avanços tecnológicos que o setor tem vindo a exigir. A necessidade de inovar vai muito além da tradição de quebrar o gelo. Outros tempos, portanto. O pescado apresenta algumas características únicas, referentes ao modo de captura, à biologia e ao tipo de processamento, tornando-se diferente de qualquer outro tipo de alimento. É urgente uma maior consciencialização da necessidade de proximidade com as empresas, organismos públicos e privados, associações de pescadores, etc, e a implementação de novas técnicas de conservação adequadas. A APPAQUA – Associação de Promoção dos Produtos da Aquicultura e Pescas dos Açores, uma associação criada em 2017 ligada à Economia Azul (na vertente do mar), promove agora um ciclo de sessões temáticas sobre a inovação no setor das pescas. A primeira é dedicada às Novas Tecnologias de Frio nas Pescas dos Açores realiza-se no dia 3 de Outubro, às 16h30, no Hotel Azoris Royal Garden, em Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel. A abertura[…]

Continuar a ler »

Brinde ao outono que aí vem

Depois de um verão intenso, os dias começam a ficar mais curtos e as noites mais frescas. É o Outono que se aproxima a passos largos. Mas porque o verão ainda não foi embora – felizmente! – ainda apetece acompanhar algumas refeições com um vinho versátil e fresco, que nos transporta de novo para as férias. Produzido pela Companhia Agrícola do Sanguinhal, o Sôttal Branco Leve – provavelmente o vinho leve regional mais antigo do nosso país – é um branco muito fresco, tão discreto que deixa brilhar o sabor dos queijos, mariscos ou saladas mas com a doçura suficiente para que fique registado no paladar. Macio, suave e delicado são adjetivos que acentam na perfeição a um vinho (Sôttal 2016) tão especial que foi Ouro no Berliner Wein Trophy 2017 (Alemanha) e Prata no Concurso de Vinhos de Lisboa 2017. Antes que os seus amigos cheguem para almoçar, abra uma garrafa (bem fresca), admire a sua cor clara, sirva um copo para si e delicie-se com as notas cítricas, o aroma a frutos tropicais (ananás e manga entre outros)[…]

Continuar a ler »

Balanço (muito) Positivo em Rabo de Peixe

Um dos grandes momentos do ano para a vila açoriana de Rabo de Peixe é o já famoso Festival do Caldo de Peixe de Rabo de Peixe. A edição de 2107, que teve lugar no passado mês de Julho, não só correspondeu como superou as expectativas. Sempre com o objetivo de provar ao mundo que as desigualdades sociais e as históricas dificuldades económicas de uma localidade que vive maioritariamente da pesca não chegam para definir, o mentor do festival, Ruben Farias – Presidente da APRAP Associação de Pescas de Rabo de Peixe e do Clube Naval de Rabo de Peixe e responsável pelo projeto Hominis Aqua (que inclui a publicação de um livro com o mesmo nome) – viu a sua meta alcançada numa edição em que, graças à recente presença de companhias aéreas low cost no arquipélago, se assistiu a um acréscimo significativo de turistas no festival. No total foram mais de 4500 caldos de peixe servidos. Mas, além dos caldos típicos de Rabo de Peixe que dão nome ao festival, quem visitou o festival pode também provar caldos[…]

Continuar a ler »

Mais um “WINE IN AZORES”

Há tradições que são para manter. O festival Wine in Azores é já uma delas. De 20 a 22 de Outubro realiza-se, na Ribeira Grande, a 9ª edição daquele que já é um dos maiores eventos vínicos nacionais. Se os Açores foram desde sempre um cenário privilegiado, de uma beleza natural única, foi recentemente (e significativamente no último ano) que as ilhas registaram um aumento considerável de visitantes, tanto nacionais como estrangeiros. As razões do incremento turístico são conhecidas e têm de ser acompanhadas por eventos agregadores como é o Wine in Azores. Mais que um certame onde participam mais de cem produtores, que dão a conhecer e a provar os seus vinhos, é um ponto de encontro com outras atividades, nomeadamente a gastronomia. Além das já famosas Tascas Gourmet, onde é sempre possível experimentar as propostas que têm como ingrediente principal o incrível peixe açoreano, estarão presentes conceituados chefs, como é o caso do australiano Justin Jennings que no espaço pop up do seu restaurante lisboeta DownUnder apresentará surpresas como uma Asian Infunsion Boillabaisse, inspirada no célebre caldo de[…]

Continuar a ler »

Caldos de Peixe solidários em Rabo de Peixe

Visitar os Açores é obrigatório. Por todas as razões conhecidas – beleza natural, autenticidade, natureza em estado puro – e outras menos óbvias mas igualmente surpreendentes. É o caso da vila de Rabo de Peixe. Uma surpresa e uma lição de vida. O facto de ser considerada uma das localidades mais pobres da Europa não a determina. Pelo contrário. Aviva o espírito solidário que se traduz na realização de iniciativas como o Festival do Caldo de Peixe. Já na sua quinta edição, tem este ano lugar de 21 a 23 de Julho, no Porto de Pescas da vila. Além da possibilidade de experimentar várias versões de caldos de peixe – uma especialidade regional que traduz, em sabor, a alma de uma comunidade que vive da atividade piscatória – poderá ainda participar nas várias iniciativas paralelaspreparadas para este ano – presença da Confraria da Caldeirada de Peixe e do Camarão de Espinho, prova do hambúrguer de cavala de autoria da chef Patrícia Borges, entre outras. Convém salientar que esta será a primeira edição internacional do festival, graças à presença da Confraria[…]

Continuar a ler »